• Rio de Janeiro/RJ: (21) 3439-8999
  • Londrina/PR: (43) 3323-8744
Compartilhe:

Teste provocativo para diagnóstico de metal pesado tóxico com Quelante de DMSA e EDTA

O teste provocativo para diagnóstico de metais pesados como chumbo, mercurio, alumínio e arsênico pode ser feito através da coleta da urina após uma dose de agente quelante (desintoxicante) de EDTA e o DMSA.

 

 

 

Teste provocativo do metal pesado.png

 

 

 

O EDTA  (ácido etileno diamina tetra acético) permite livrar o organismo de metais pesados como chumbo, alumínio e mercúrio ligando-se a estes por "quelação" e transportando-os pelas vias naturais para fora do organismo. O EDTA é também um excelente quelante do cálcio que se acumula nas paredes vasculares em concentração crescente com a idade, endurecendo as artérias e a placa de ateroma que bloqueia o fluxo sanguíneo. Esta ação sistêmica pode ter benefícios para vasos sanguíneos O EDTA é também um potente antioxidante particularmente eficaz para reduzir a peroxidação dos lípidos, uma das causas principais da arteriosclerose. 

 

O DMSA (Ácido meso-2,3-dimercaptossuccínico) é um composto aprovado em 1960 pela FDA para a remoção (quelante) de metais pesados. DMSA é considerado como o agente oral preferido para a quelação (remoção) de metais pesados, tanto em adultos como em crianças. O mercúrio é considerado como sendo a segunda substância mais tóxica no planeta,  atrás somente do urânio e os efeitos negativos da exposição ao mercúrio estão bem documentados. Uma das principais vantagens do DMSA é a sua ampla janela terapêutica, isto significa que há uma grande diferença entre a quantidade necessária para produzir o resultado pretendido e do nível que poderia sobrecarregar o paciente, isso faz com que DMSA excepcionalmente segura.

 

Existem várias maneiras possíveis dos metais pesados entrarem no seu organismo.  Lembre-se que não há níveis seguros para os metais pesados. A quelação de metais pesados tóxicos com EDTA ou DMSA está bem documentado na literatura científica. Existem vários outros agentes de quelação, mas o EDTA e DMSA se mostram mais seguros e eficazes. Nosso corpo esta constantemente expostos a um ataque de toxinas ambientais como chumbo, alumínio, mercúrio, cadmio e arsênico. Estes são conhecidos por interferir com a forma como os nervos se comunicam.

 

Os metais pesados residem no interior das células do corpo, o DMSA não pode entrar nas células, já a glutationa (quelante natural do corpo) que esta presente no interior da células podem eliminar os metais para fora da célula, porém ele sozinho não tem a capacidade de excretar para fora do organismo como o ETDA e o DMSA, por isso é recomendado a combinação do uso do estimulantes de glutation ( ex: n-acetil-cisteina) para efeito sinérgico na desintoxicação.  

 

Quais as fontes de metais tóxicos (ex: mercúrio, chumbo e alumínio) entram e intoxicam nosso organismo?

 

As principais fontes de intoxicação por mercúrio são:

  • Mãe para o bebê
  • Vacinação
  • Amálgamas dentários
  • Pílulas anticoncepcionais e Solução de lente de contato
  • Peixe contaminado como atum

 

 

As principais fontes de intoxicação por chumbo são:

  • Pintura com chumbo
  • Gasolina com chumbo
  • Louça com chumbo
  • Brinquedos da China
  • Doces do México
  • Jóias infantil e alimentos enlatados 

 

 

As principais fontes de intoxicação por alumínio são:

  • latas de bebidas, potes e panelas, aviões, tapume e coberturas, e folhas.
  • explosivos e fogos de artifício.
  • aplicações industriais
  • antiácidos
  • adstringentes
  • aspirina tamponada
  • aditivos alimentares
  • antitranspirantes
  • cosméticos

 

Como proceder para o diagnóstico de metais tóxicos através do teste provocativo urinário?

1. Pegar o kit no laboratório;

2. Fazer a aplicação venosa e / ou oral de agente quelante ( EDTA ou DMSA).

3. Após a aplicação e ou ingestão do agente quelante coletar a urina conforme orientação do laboratório;

4. Voltar ao laboratório com o kit preenchido de urina; (a urina não pode ficar muitas horas no frasco sem ir para o laboratório) 

 

ATENÇÃO: DURANTE TRÊS DIAS QUE ANTECEDE A REALIZAÇÃO DO EXAME,  DE PREFERÊNCIA NÃO INGERIR PEIXES, FRUTOS DO MAR E CRUSTÁCEOS.

 

 

Para maiores informações sobre teste provocativo do metal pesado entre em contato pelos telefones (21) 3439-8999 Rio de Janeiro ou (43) 3323-8744 Londrina.